Paracuru: III Apresentação de dramas trás o passado para otimizar o futuro

31/07/2017

 

A sexta-feira nos ofereceu um túnel do tempo levando-nos a vivenciar uma prática cultural corriqueira no Município de Paracuru nas décadas de cinquenta e sessenta.

O evento reuniu cerca de duzentas e cinquenta pessoas na residência do Sr. Chico Cordolino

No Bairro Lagoa. A organização da apresentação desta terceira edição teve à frente os professores Wanderley de Carvalho e Milly Ramos.

Os dramas são manifestações culturais que se caracterizam por serem realizados apenas por mulheres. Elas, as dramistas representam os papéis femininos e masculinos nos dramas. Essas representações podem ser humorísticas, dramáticas e podem ser cantadas ou recitadas.


Em Paracuru, os dramas eram manifestações comuns em todas as comunidades.Inclusive esperadas por todos. Algumas dramistas montavam palhoças e cobravam a entrada. Outras realizavam nos seus terreiros.
Toda a produção, vestuário, cenário e caracterização são realizadas por elas, as dramistas, como ainda hoje. 

 

 

Para a Profa. Milly, "há 3 anos estamos tentando resgatar os dramas. No primeiro ano o Wanderlei começou com uma brincadeira com as irmãs e primas. Não participei deste ano. Ano passado eles quiseram fazer algo maior e começaram a convidar pessoas que sabiam de peças, por terem já participado quando crianças ou viam sua mães participando.

 

 

Dessa terceira edição participaram como dramistas as seguintes "artistas populares": 
Maria Alves, Mariinha da Lo, Nenenzinha, D.Elita, Tia Zilma, Lucinha, Valnes, Vilma,  Raimunda, Conceição(Tantao), Iraci, Ivete, Kelly, Sandra, Juanilza, Luiza, Cintia( a criança), Feliciana, Valdiana e Remédios.

 

A produção e caracterização é por conta de cada uma das dramistas. Elas vão conversando nos ensaios e vão construindo...Os dramas também são sugeridos por elas...Vão recordando e escolhem as peças que querem representar. As mais idosas trazem muitas memórias...

 

 

A comunidade doa as comidas servidas como munguzá e bolos...Ano passado o cardapio foi peixe frito com grolado e este ano um arroz bugô(arroz temperado) com paçoca.Também doamos serviços, principalmente a família do Wanderlei.
 

Algumas das 23 peças apresentadas:
A florista, A moça na varanda, O Peixoto e os
Passarinhos pretos. 

COMPARTILHAR NO FACEBOOK
COMPARTILHAR NO TWITTER
Please reload