Sinal analógico de TV será desligado em Fortaleza e Algumas cidades do Ceará na quarta-feira (27)


Nesta quarta-feira, 27, o sinal analógico de TV será desligado nas áreas metropolitanas de Salvador e Fortaleza, confirmou o Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV (Gired). Esta será a primeira vez em que o desligamento ocorrerá em duas grandes metrópoles ao mesmo tempo. Para a data, também estava programado o desligamento das regiões de Sobral e Juazeiro do Norte. Como algumas emissoras de televisão locais ainda não fizeram a transição para o sinal digital, o desligamento foi postergado para fevereiro de 2018. Para o sinal analógico ser interrompido, é necessário que mais de 93% da população esteja apta para receber o sinal digital. Nesta segunda-feira, 25, uma reunião do Gired trouxe os números atualizados de quantos moradores das regiões estão preparados para receber o sinal. De acordo com os dados do Ibope Inteligência, a região de Fortaleza está na marca de 92% e a de Salvador atingiu os 93% necessários, o que permite o desligamento dentro da data programada nas duas áreas, uma vez que os dados estão dentro da margem de erro da pesquisa feita pelo instituto de pesquisa. Salvador, inclusive, foi a primeira região a bater os 93% antes da data de desligamento. Na cidade, 437 mil kits de conversores digitais haviam sido distribuídos até o dia 18 de setembro para os moradores registrados no Cadastro Único. A expectativa é de que 572 mil sejam entregues até o dia 11 de novembro, quando será encerrada a distribuição. Em Fortaleza, dos 620 mil kits programados, cerca de 510 mil já foram entregues. Antônio Martelleto, presidente da EAD (Empresa Administradora da Digitalização), comenta que, nos últimos dias, o número de agendamentos e procura por kits diminuiu muito, o que indica que a distribuição foi bem sucedida. Martelleto diz também que o desligamento de quarta-feira será simbólico por ser a primeira vez em que duas regiões são desligadas ao mesmo tempo. Antes, em Rio Verde (GO), no Distrito Federal, em São Paulo, Goiânia e Recife, o processo aconteceu individualmente. "A maior dificuldade será atender à demanda da população, que abrirá mais chamados com dúvidas. Mas já preparamos nossos call centers", diz o presidente. Agenda Nos próximos meses, o desligamento do sinal analógico está programado para acontecer sempre em mais de uma região ao mesmo tempo. No dia 25 de outubro, as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e Vitória passarão pelo procedimento. Segundo Martelleto, no final de agosto, 80% das pessoas nessas áreas já estão aptas para receber o sinal digital. Em Vitória, um terço dos kits programados já foram entregues para os registrados no Cadastro Único. No Rio, do 1,4 milhão programado, cerca de 700 mil já foram distribuídos. "Na reta final, a tendência é esse número aumentar rápido. Agora, temos conseguido distribuir 100 mil semanalmente", comenta o presidente do EAD. O presidente também acrescenta que, conforme os desligamentos foram acontecendo nas datas programadas, o processo nas outras cidades ocorreu mais facilmente. "Nossas pesquisas indicavam que o brasileiro não acreditava que o sinal analógico seria desligado na data programada, sempre havia uma desconfiança de postergamento." Além de Salvador, o sinal vai ser desligado em Aratuípe, Cairu, Camaçari, Candeias, Dias D'Ávila, Itaparica, Jaguaripe, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Maragogipe, Nazaré, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Terra Nova e Vera Cruz No Ceará, o sinal também será desligado nos seguintes municípios: Aquiraz, Beberibe, Cascavel, Caucaia, Eusébio, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante.