Carnaval! Em Belo Horizonte - MG carros de som não serão tolerados e fiscalização durante folia será 24h por dia

09/02/2018

 

 

soubh.com.br

 

Os dias mais movimentados do Carnaval estão se aproximando e, com isso, as operações de segurança e estrutura da folia ficam mais intensa. Neste ano, a Prefeitura de Belo Horizonte vai colocar nas ruas, durante 24h por dia, três equipes que vão circular em vans, com oito profissionais em cada: dois policiais militares, dois guardas municipais, dois fiscais e dois agentes da BHTrans. Um dos focos da organização geral do Carnaval é não permitir a ação de carros de som em qualquer lugar e horário.

“Carros de som não serão tolerados. Temos um planejamento para garantir o sossego das pessoas. Para que algumas pessoas se divirtam e outra descansem a partir de determinado horário. Onde tem carro de som a informação chega, nos mobilizamos a guarda e a fiscalização se for necessário para rebocar”, explica Georgia Ribeiro, diretora do Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte (COP-BH).

O cidadão que flagrar algum carro de som durante o período, deve ligar para o telefone 156. As vans itinerantes, chamadas pela gestão municipal de volantes, também vão operar simultaneamente de manhã até de madrugada para reforçar toda a operação de controle dos órgãos municipais. De acordo com a prefeitura, se algum bloco não cadastrado resolver desfilar, essas equipes volantes serão enviadas pelo COP-BH para organizar a folia.

Outra preocupação da PBH é a ação dos ambulantes. “A gente vai verificar se os credenciados estão seguindo as normas, porque eles são treinados para isso, para não vender bebidas em recipientes de vidro, somente em lata e adereços de Carnaval”, reforça José Mauro Gomes subsecretário de fiscalização da Secretaria Municipal de Política Urbana. De acordo com José, estão escalados 250 fiscais para o período do Carnaval, além de mais de 270 agentes de apoio que vão atuar na região Centro-Sul.

Monitoramento

O COP-BH é responsável pelo monitoramento em tempo real de tudo o que acontece na cidade por meio das mais de 1,6 mil câmeras instaladas nas vias e dos agentes em campo de vários órgãos como Samu, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SLU e, principalmente, Guarda Municipal e BHTrans. Durante o Carnaval, serão cerca de 100 profissionais trabalhando no centro de operações em cada turno.  

COMPARTILHAR NO FACEBOOK
COMPARTILHAR NO TWITTER
Please reload