Batalhão Raio vai ser ampliado para mais 21 cidades cearenses a partir de 2019 - Paracuru e Paraipab


Atualmente, o Batalhão Raio está presente em 40 cidades cearenses, além de Fortaleza

A partir de janeiro próximo o Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) inicia seu terceiro ciclo de expansão territorial no Ceará. Pelo menos, mais 21 Municípios cearenses, com população igual ou superior a 30 mil habitantes, receberão bases do BPRaio.

Esta nova ofensiva vai ampliar o contingente do batalhão que hoje está presente já em 40 cidades interioranas e metropolitanas, além da Capital. São cerca de 3.324 policiais no efetivo atual do BPRaio. Somente em Fortaleza, 230 equipes fazem o patrulhamento das ruas no combate à violência, especialmente os casos de roubo (assaltos), tráfico de drogas e o porte ilegal de armas de fogo.

A efetividade do policiamento rápido e especializado tem tido sucesso na apreensão recorde de armamento ilegal. Somente neste ano, jaó cerca de 2.260 armas apreendidas, a maioria, revólveres e pistolas, mas também já foram confiscadas pelos “raianos” armas de maior potencial ofensivo, como fuzis e metralhadoras, além de espingardas e carabinas.

Milhões

O comandante do batalhão, coronel PM Márcio Oliveira, revela que esta terceira etapa de expansão das atividades do BPRaio segue uma determinação do governo do estado, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e do Comando Geral da Polícia Militar.

Além dos 2.324 policiais, o BPRaio conta com 1.340 motocicletas e 74 viaturas. Os investimentos do governo no Raio neste ano atingiram o volume financeiro de R$ 55,8 milhões.

Cidades

Diante do critério estabelecido pelo governo do estado para a instalação das novas bases do BPRaio, deverão ser contemplados os seguintes Municípios : Paracuru, Tabuleiro do Norte , Santana do Acaraú, Nova Russas , Bela Cruz, Paraipaba, Jaguaruana , Ubajara, Jaguaribe, Missão Velha, Pentecoste, Ipueiras, Massapê, Itaitinga, Guaraciaba do Norte, Várzea Alegre, Itarema, Ipu, Amontada, Pedra Branca e Mauriti