Montes Claros-MG sobe 8 posições e ocupa o 23º lugar entre as maiores cidades do país


Depois de se destacar entre as 100 melhores cidades do país para se fazer negócios, Montes Claros novamente é destaque no cenário nacional e ocupa a 23ª posição entre os 100 maiores municípios do Brasil no ranking do Índice dos Desafios da Gestão Municipal (IDGM). No Estado de Minas Gerais, a cidade ocupa a 3ª posição, ficando atrás somente de Belo Horizonte e Uberlândia. O estudo foi encomendado pela Revista Exame e divulgada na edição do dia 19 de fevereiro deste ano.

Montes Claros ganhou 8 posições em comparação com o ano anterior. O estudo IDGM apresenta uma análise da evolução recente das 100 maiores cidades brasileiras, que representam metade do PIB nacional. O estudo aponta a cidade à frente de diversas capitais brasileiras, como Goiânia, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Cuiabá, João Pessoa, Salvador, Teresina, Recife, Fortaleza, Natal, Aracajú, São Luiz, Manaus, Rio Branco, Maceió, Porto Velho, Belém e Macapá.

O estudo analisa 15 indicadores, em quatro áreas essenciais para a qualidade de vida da população: Educação, Saúde, Segurança, Saneamento e Sustentabilidade. Para cada área foram identificados os municípios de destaque, com as melhores posições e as maiores evoluções.

No indicador de Educação, Montes Claros ocupa a 43ª posição. A estimativa de atendimento das crianças de 4 a 5 anos por pré-escola no município em 2018 foi de 100%, e a cidade alcançou 6,4 pontos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Fundamental I em 2017.

Na Saúde, o município ocupa a segunda posição do ranking, atrás somente da cidade de Palmas, capital do Tocantins. A taxa de cobertura da população por equipes da Atenção Básica em Montes Claros alcançou 100% em 2018. Em 2008, Montes Claros apresentava uma taxa de cobertura de 57,13%. A taxa de mortalidade infantil em Montes Claros foi igual a 9,88 por mil nascidos vivos em 2017, e a proporção de bebês cujas mães fizeram sete ou mais consultas pré-natal foi igual a 71,76% em 2017.

O indicador Segurança aponta o município na 33ª posição, à frente de diversas capitais brasileiras. A taxa de homicídios em Montes Claros variou de 22,70 por 100 mil habitantes para 12,93, entre 2007 e 2017.

No indicador de Saneamento e Sustentabilidade, a cidade ocupa a 40ª posição. Estima-se que 95,17% da população de Montes Claros tenha sido atendida pelo serviço de coleta de resíduos domiciliares em 2018.