Uece completa 45 anos contribuindo para o desenvolvimento do Ceará


A Universidade Estadual do Ceará (Uece) chega aos seus 45 anos de fundação nesta quinta-feira (5). São mais de quatro décadas formando pessoas, como trabalhadores competentes e cidadãos críticos, capazes de contribuir com o crescimento do Ceará. São, aproximadamente, 70 mil formados na graduação (licenciaturas e bacharelados) e 5.838 mil na pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados), além da pós-graduação lato sensu (especializações e residências).

Para o reitor Jackson Sampaio, é uma data a ser comemorada por tudo o que já foi realizado e também pelo que está por vir. “Enquanto festeja as conquistas do vivido, prepara-se para crescer academicamente e ajudar o Ceará a crescer intelectual, política, social e economicamente, pois há um novo caminho aberto, que é o de prospectar a oferta das formações que o desenvolvimento socioeconômico do estado exigir quanto a pesquisa básica e aplicada, extensão social e inovação tecnológica”.

Programação especial

Para celebrar seu aniversário, a instituição oferecerá, no dia 10 de março, em seu campus sede, uma programação especial aberta ao público. Será um momento que proporcionará à comunidade conhecer e/ou relembrar essa história, que é também a história de milhares de cearenses que fizeram ou fazem parte da Uece.

Pela manhã, o encontro dos ex-reitores da instituição marcará o início das celebrações. Eles participarão de uma mesa-redonda no auditório Paulo Petrola. Antes, o público conhecerá o grupo formado por alunos do curso de Música, o Quarteto Rúbio.

Ainda pela manhã, haverá o lançamento da exposição, no hall da reitoria, “Linha do Tempo – 45 anos Uece”, que trará grandes realizações da universidade divididas por Reitorados, como a criação das unidades no interior do estado, programas de mestrado e doutorado, Restaurante Universitário (RU), Hospital Veterinário,

entre outros.

Ao meio-dia nova apresentação musical, com o projeto Cardápio Cultural, no palco do RU Itaperi. Para relaxar, após o almoço, haverá duas sessões de filme no Bibliocine da Biblioteca Central.

E no início da noite, a banda Sinfônica da Uece, sob a regência do professor Márcio Landi, se apresentará no Auditório Central. Serão 30 minutos intensos de música clássica, jazz e frevo.

Na ocasião, haverá também um grande sorteio de aniversário que a Universidade realizará. Em seus 45 anos, a Uece sorteia 45 livros da EdUECE (para 45 ganhadores), 45 tickets do RU (para um só sortudo) e uma bolsa para o cursinho extensivo do UeceVest. O sorteio da bolsa ocorrerá pelo Instagram @ueceoficial, os livros e os tickets serão sorteados no Auditório Central, logo após o concerto.

Veja programação completa:

9h – Solenidade de comemoração dos 45 Anos da Uece Local: Auditório Paulo Petrola

11h – Lançamento da Exposição “Linha do Tempo – 45 Anos Uece” Local: Hall do Prédio da Reitoria

12h – Almoço Comemorativo – Projeto Cardápio Cultural Local: Restaurante Universitário – R.U.

13h e 15 h – Exibição de filme Local: Sala da Bibliocine (Biblioteca Central)

18h – Banda Sinfônica da Uece, regência: Márcio Spartaco Nigri Landi Local: Auditório Central

Saiba mais sobre a Uece

Com a missão de produzir e disseminar conhecimentos e formar profissionais para promover o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida da região, a história da Universidade Estadual do Ceará (Uece) começa com a Lei nº 9.753 de 18 de outubro de 1973, que autoriza o Poder Executivo a instituir a Fundação Educacional do Estado do Ceará (Funeduce), cuja primeira presidente foi a professora Antonieta Cals de Oliveira.

Com a resolução número 2, de 05 de março de 1975, do Conselho Diretor, referendada pelo Decreto nº 11.233, de 10 de março do mesmo ano, foi criada a Universidade Estadual do Ceará, que teve incorporada ao seu patrimônio as Unidades de Ensino Superior existentes na época: Escola de Administração do Ceará, Faculdade de Veterinária do Ceará, Escola de Serviço Social de Fortaleza, Escola de Enfermagem São Vicente de Paula, Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos, em Limoeiro do Norte, além da Televisão Educativa Canal 5.

Ao firmar-se como Universidade, transformou aquelas Escolas em seus primeiros Cursos de Graduação aos quais outros foram somados. Seu primeiro reitor foi o professor Antônio Martins Filho, e, graças ao seu empenho e dedicação junto às autoridades federais, obteve-se o reconhecimento da Universidade Estadual do Ceará, que, incontestavelmente, abriu novas possibilidades de desenvolvimento para o Estado e para a Região.

A Uece teve sua instalação concretizada somente em 1977. Nesse período de dois anos direcionou seu âmbito de abrangência àquelas profissões mais necessárias ao desenvolvimento do Ceará, na época: • Ciências da Saúde – Enfermagem e Nutrição; • Ciências Tecnológicas – Matemática, Física, Química, Ciências Pura, Geografia e Ciências da Computação; • Ciências Sociais – Administração, Ciências Contábeis, Serviço Social e Pedagogia; • Ciências Humanas – Letras, Filosofia, História, Música, Instrumento-Piano e Estudos Sociais; e • Ciências Agrárias – Medicina Veterinária.

Por necessidade de adequação às novas exigências administrativas que se evidenciaram nos três primeiros anos de funcionamento, a Funeduce foi transformada em Fundação Universidade Estadual do Ceará, a Funece, por força da Lei nº 10.262, de 18 de maio de 1979 e do Decreto nº 13.252 de 23 de maio do mesmo ano.

Criada com o objetivo de atender às necessidades do desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Ceará, a Uece passou a atuar em outros municípios do estado, estruturando-se, a partir daí, em rede multicampi com Faculdades nos Municípios de Crato, Juazeiro do Norte, Iguatu, Quixadá, Limoeiro do Norte, Crateús, Ipu, Ubajara, Redenção e Cedro.

Os professores José Jackson Coelho Sampaio e Hidelbrando dos Santos Soares, respectivamente reitor e vice-reitor, assumiram em 23 de maio de 2012 até 22 de maio de 2016, nomeados por ato do governador Cid Ferreira Gomes, sendo novamente eleitos em 2016 para gestão da Uece até maio de 2020.

A Universidade Estadual do Ceará atualmente é uma Instituição de Ensino Superior constituída em forma de Fundação com personalidade Jurídica de Direito Público, criada pelo Decreto nº 11.233 de 10 de março de 1975.

Constituída por uma rede multicampi, que privilegia os cursos voltados para a formação de professores, a Uece vem acumulando experiências e transformando o seu perfil curricular em razão da melhoria da formação profissional de seus alunos e consequentemente da elevação da qualidade de vida da sociedade cearense.

O Ensino tem se constituído atividade por excelência da Uece, desde sua origem, principalmente o de graduação, com a preocupação pela sua qualidade, objetivando a formação de profissionais competentes para atender às mais diversificadas demandas sociais e profissionais do Estado e da Região.

Mas, hoje, a Uece verticaliza sua capacidade formativa, do ensino técnico de nível médio ao pós-doutorado, expande sua abrangência por 13 campi presenciais em dez cidades e 28 pólos de Educação a Distância, atende a 28 mil alunos e faz ensino técnico de nível médio, ensino de bacharelado, ensino de licenciatura, ensino de especialização e residência, ensino de mestrado e doutorado, pesquisa básica, pesquisa aplicada, extensão social e extensão tecnológica.