Confira as ações que o Governo do Ceará vem promovendo no combate à pandemia


Antes mesmo de registrar a primeira pessoa infectada pelo novo coronavírus, responsável pela pandemia que assola o Mundo, o Governo do Ceará já trabalhava para preparar a rede estadual de saúde para o que se aproximava e estudava medidas que pudessem ajudar os diversos segmentos da sociedade durante este período.

Abaixo, tenha acesso à lista de iniciativas adotadas pelo Estado no combate ao coronavírus no Ceará dividida por áreas.

Hospital Leonardo Da Vinci começa a receber exclusivamente pacientes com Covid-19

Uma das ações mais importantes foi a solicitação temporária do Hospital Leonardo Da Vinci. A unidade particular estava fechada, mas foi equipada e adaptada pelo Estado para a situação de emergência. A unidade dispõe de 230 leitos.

Governo do Ceará assume segundo hospital privado e aumenta em 131 os leitos para pacientes com Covid-19

O Governo do Ceará adquiriu mais um hospital da rede de saúde privada para atender exclusivamente pacientes da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Agora, além de todas das unidades de atendimento estaduais, o Estado terá à disposição o Hospital Batista, em Fortaleza.

Rede de saúde do Ceará já criou 398 leitos de UTI e 600 de enfermaria exclusivos para pacientes com a Covid-19

Os leitos estão divididos nos dois hospitais privados (Leonardo da Vinci e Batista) que o Governo do Ceará assumiu na Capital, em todos os hospitais regionais, unidades de saúde em Fortaleza e nos hospitais de campanha.

Governo do Ceará distribuirá mais 280 mil testes rápidos para diagnóstico de Covid-19 na Capital e Interior

O Estado começou na quarta-feira (27) a distribuição de 280.000 testes rápidos para diagnóstico de coronavírus.‬ O Ceará é um dos estados que mais testam no Brasil.

Profissionais de saúde com covid-19 passam a receber auxílio

Os profissionais de saúde do Ceará agora passarão a contar com o Fundo Estadual de Saúde (FUNDES), iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa). Os valores serão destinados ao pagamento de auxílios a profissionais de saúde contaminados pela doença e seguro em caso de morte causada pelo coronavírus.

Desembarca carga de quase 90 toneladas de insumos comprados pelo Governo do Ceará para combater a Covid-19

O avião fretado pelo Governo do Ceará com carga de quase 90 toneladas de insumos comprados diretamente da China. O material, adquirido com recursos do Estado, chegou em uma aeronave da Ethiopian Airlines e era composto de equipamentos de proteção individual (EPIs) e testes para detecção da Covid-19.

Chega ao Ceará carga de 200 respiradores e toneladas de insumos adquirida pelo Estado

Chegaram a Fortaleza mais 200 respiradores, EPIs e insumos, totalizando 103,7 toneladas de material adquirido pelo Governo do Ceará no exterior para o enfrentamento ao novo coronavírus. Os utensílios serão utilizados para reforçar o sistema público de saúde do Ceará e dar segurança aos profissionais que estão atuando na linha de frente do combate à pandemia. Com mais essa leva de respiradores será possível criar novos leitos de UTI para o atendimento daqueles pascientes que estão mais necessitados de cuidados nesse nomento por conta de complicações decorrentes da Covid-19.

Ceará ultrapassa 400 UTIs para Covid-19 e ganha lei contra fake news

Governador do Ceará, Camilo Santana, atualizou as ações de combate ao coronavírus no Estado, na noite desta quinta-feira (30), incluindo a adição de mais 18 leitos no Hospital Leonardo Da Vinci e ultrapassando 400 UTIs em todo o Ceará, a sanção da Lei Anti-Fake News, a distribuição dos cartões vale-alimentação aos alunos da rede estadual de ensino, o recebimento de novos respiradores e o lançamento da agência de checagem de dados e notícias Antifake CE.

Governo vai prorrogar isolamento social e criar 100 novos leitos de UTI em uma semana

“Temos uma meta de até o final da próxima semana implantar mais 100 leitos de UTI na capital. Para isso, toda a nossa equipe tem trabalhado e vai trabalhar nos próximos dias. A situação é grave e se continuar da forma que está, não vamos ter condição de atender a toda a população. Estamos chegando perto do limite, mesmo com o esforço diário do Estado e Prefeitura ampliando os nossos leitos”, informou o governador Camilo Santana.