top of page

Baixa umidade de Agosto pode trazer riscos à saúde


A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) informou que o mês de agosto reúne uma série de fatores que contribuem para que haja uma baixa na umidade relativa do ar no Ceará, principalmente no interior do estado, em regiões como o Sertão Central, Inhamuns, Cariri e Jaguaribana, que costumam apresentar índices abaixo de 30% no período das tardes dos meses da segunda metade do ano. “Agosto é considerado um mês de transição entre a pós-estação chuvosa e o período ‘seco’ no Ceará, que ocorre no segundo semestre, quando são observados os menores valores de precipitação As chuvas que ocorrem neste período tendem a ser isoladas, de fraca intensidade e com pequenos valores acumulados”, detalha o meteorologista da Funceme,


Fonte: O Estado CE

Comentários


bottom of page