top of page

Banho gelado faz bem? Entenda o que a prática provoca no corpo


Acordar e logo depois ter que encarar um chuveiro com água fria para despertar é a "tarefa" desagradável para muitas pessoas. No entanto, essa situação desafiadora acarreta vários benefícios para o decorrer do nosso dia a dia. Portanto, estudiosos afirmam que o banho de água gelada ajuda no bem-estar.


A palavra da especialista

Gisele Hedler é especialista em desenvolvimento humano e pessoal e citou que a exposição à água fria ativa partes do cérebro que ajudam a lidar com a dor, além de promoverem o bem-estar geral. "A exposição ao frio estimula essa parte do cérebro, melhorando o humor e auxiliando na adaptação aos estressores da vida", relatou Gisele.


Essa profissional não respondeu com surpresa, ou seja, admitiu que que os banhos frios eram usados como terapia desde os primórdios. Hedler citou que como se o frio fosse um gatilho para que o corpo executasse funções essenciais para nosso bem-estar emocional.


"O sistema simpático nervoso acionado em situações de perigo ou durante um exercício físico não é totalmente involuntário, como se acreditava até pouco tempo atrás", acrescentou.


Estudo sobre banho gelado


Um amplo estudo realizado na Holanda constatou que as pessoas que tomavam banho frio lidavam com pequena probabilidade de se ausentar do trabalho devido a doenças dos sujeitos que tomavam banho quente.


Uma turma de mais de três mil pessoas foi dividida em quatro e orientada a tomar banho quente todos os dias. Os pesquisadores solicitaram a um dos envolvidos que encerrassem o banho com 30 segundos de água fria. Outro com 60 segundos e o terceiro com 90 segundos. O grupo de controle desfrutou sem limites do banho quente.


O período de acompanhamento de três meses foi o bastante para a equipe de estudiosos identificar que os grupos que tomaram banho gelada apresentaram queda de 29% nas licenças médicas do trabalho.


"Isso significa que haverá um fluxo maior de sangue sendo movimentado para os seus órgãos. E que, além disso, terão mais nutrientes para trabalhar e assim serão capazes de funcionar com maior eficiência", finalizou Gisele Hedler.


Fonte:terra

Kommentare


bottom of page