Capacete Elmo desenvolvido no Ceará entrará no protocolo nacional contra Covid-19


Após testes, eficácia do aparelho é comprovada e deve entrar no combate nacional a pandemia.

Capacete Elmo é utilizado na rede pública e privada de Fortaleza O Capacete Elmo, elaborado por pesquisadores cearenses e confeccionado pelo governo do estado e iniciativas privadas, logo fará parte do protocolo nacional de tratamento contra a Covid-19.

O aparelho foi desenvolvido e teve seus primeiros testes em abril de 2020, no início da pandemia. Hoje ele é utilizado no tratamento da doença em hospitais cearenses, e no estado do Amazonas.

O Elmo foi apresentado na semana passada ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pelo governador Camilo Santana e ao secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto.

O uso do Capacete Elmo, apresentou dados preliminares da Escola de Saúde Pública do Ceará, cerca de 60% dos pacientes não precisaram ser intubados.

A Escola junto ao médico pneumologista cearense, Marcelo Alcântara, afirma que o projeto para o Elmo 2.0 já está em andamento, com o intuito de aprimorar o equipamento.