Ceará receberá investimentos de R$ 90 bilhões com projetos de hidrogênio verde


Com diversos acordos já firmados, o estado do Ceará está se tornando um dos possíveis maiores produtores de hidrogênio verde do futuro

O governo do Estado já fechou memorando de entendimento com empresas para realizar investimentos em plantas de produção de hidrogênio verde, que podem resultar em aportes de R$ 91,25 bilhões. A previsão é que somente estas usinas gerem 5 mil empregos nas fases iniciais, sem contar com operações secundárias ou paralelas.


Subsidiária da mineradora Fortescue Metals Group investirá em usina de hidrogênio verde, no estado do Ceará A empresa Fortescue Future Industries, uma subsidiária da Fortescue Metals Group, empresa de mineração que é líder global na indústria de minério de ferro, irá investir US$ 6 bilhões para construir uma planta de hidrogênio verde no estado do Ceará. Isso se deve às amplas perspectivas de fontes sustentáveis, sendo que a demanda em 2030 deve chegar a 200 milhões de toneladas.

De acordo com o governador do estado do Ceará, Camilo Santana, o empreendimento deverá ser importante para aumentar a geração de empregos aos cearenses. Este novo polo de hidrogênio verde ainda deverá contar com um plano de incentivos fiscais até 2050, segundo o chefe do Executivo do estado do Ceará. O objetivo é facilitar a iniciativa e acelerar as negociações. A Qair Brasil divulgou uma nova planta de hidrogênio no Estado

A Qair Brasil anunciou no fim do mês de junho que irá construir uma nova planta de hidrogênio verde, no estado do Ceará. A empresa, pertencente ao grupo francês Qair, diz que a construção do projeto está prevista para ser realizada em quatro etapas, entre 2023 e 2030. O empreendimento de hidrogênio verde poderá receber aportes de quase R$ 4 bilhões.

Gustavo Silva, diretor de operações da Qair Brasil, diz que grande parte da energia necessária para a produção de hidrogênio verde será fornecida por parques eólicos e solares da própria empresa instalados no estado do Ceará. A maior usina de hidrogênio verde do mundo será construída no estado do Ceará

O Ceará receberá US$ 5,4 bilhões em investimentos da multinacional australiana Enegix Energy. O projeto de hidrogênio verde será construído em cooperação com o governo do estado do Ceará, que construirá a maior usina de hidrogênio verde do mundo e criará milhares de empregos na região.

De acordo com o comunicado da empresa, a Base One criará milhares de empregos durante o período de construção e contratará centenas de operadores em tempo integral para administrar suas instalações, trazendo benefícios sociais positivos e de longo alcance para a comunidade local e o país.


A nova planta pode reduzir as emissões de dióxido de carbono em 10 milhões de toneladas por ano e se tornará o maior projeto de redução de carbono do mundo.