Conheça os países que lideram no mundo a produção do Hidrogênio verde, o “combustível do futuro”


São eles: Austrália, Holanda, Alemanha, China, Arábia Saudita e Chile


Seis países são líderes em megaprojetos que estão sendo planejados com o Hidrogênio Verde. São eles: Austrália, Holanda, Alemanha, China, Arábia Saudita e Chile. O levantamento foi divulgado pela BBC Brasil.


De acordo com informações do site, a Austrália, o maior país da Oceania lidera os planos de produção do combustível “limpo” com propostas para a construção de 5 megaprojetos em seu território, especialmente energia eólica e solar. A Holanda lidera junto a outros desenvolvedores o projeto NortH2 no Porto do Ems, no norte do país, que prevê a construção de pelo menos 10 GW de eletrolisadores.


Na Alemanha, a meta é construir no AquaVentus, um de seus projetos de hidrogênio verde, 10 GW de capacidade até 2035. A China é o maior produtor mundial de hidrogênio, mas até agora usou hidrocarbonetos para gerar quase toda essa energia, informa o site.


O país segue dando os primeiros passos no mercado de hidrogênio verde com a construção de um megaprojeto na Mongólia Interior, no norte do país.


Na Arábia Saudita, a previsão é de que o projeto Helios Green Fuels de US$ 5 bilhões instale 4 GW de eletrolisadores até 2025. O Chile foi o primeiro da região a apresentar uma “Estratégia Nacional de Hidrogênio Verde” em novembro do ano passado.


Conforme a reportagem, o país sul-americano é também a única nação latino-americana com dois projetos em desenvolvimento: o HyEx, da empresa francesa de energia Engie e da empresa chilena de serviços de mineração Enaex; e o Highly Innovative Fuels (HIF), da AME, Enap, Enel Green Power, Porsche e Siemens Energy.


Nos últimos anos, muitos países têm buscando urgentemente formas de suprir suas demandas energéticas sem continuar prejudicando o meio ambiente, com a emissão exaustiva de gás carbônico. Uma das soluções que algumas nações estão desenvolvendo é o hidrogênio verde, também conhecido como hidrogênio renovável.


O hidrogênio é o elemento químico mais abundante do universo. O hidrogênio é uma fonte de energia limpa, uma vez que só libera água (H2O), na forma de vapor, e não produz dióxido de carbono (CO2).


Hidrogênio verde


Segundo a BBC Brasil, há alguns anos, o hidrogênio começou a ser produzido a partir de energias renováveis, ​​como solar e eólica, por meio de um processo chamado eletrólise. A eletrólise usa uma corrente elétrica para dividir a água em hidrogênio e oxigênio em um dispositivo chamado eletrolisador.


O resultado é o chamado hidrogênio verde, que é 100% sustentável, mas muito mais caro de se produzir do que o hidrogênio tradicional. Atualmente, 99% do hidrogênio usado como combustível é produzido a partir de fontes não-renováveis.


Investimentos


Vários países anunciaram planos de produção nacional deste combustível renovável. Isso inclui a União Europeia (UE) que, em meados de 2020, se comprometeu a investir US$ 430 bilhões em hidrogênio verde até 2030.


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu em seu plano energético que vai garantir “que o mercado possa ter acesso ao hidrogênio verde ao mesmo custo do hidrogênio convencional em uma década, proporcionando uma nova fonte de combustível limpo para algumas centrais elétricas existentes. ”