Enap vai apoiar municípios na busca de soluções sustentáveis para problemas locais

Cinco cidades espalhadas pelas regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste serão as primeiras a receber o apoio metodológico da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) para construir soluções de problemas públicos. O projeto "Cidades que Transformam" selecionou 16 casos em todas as regiões do país. Os temas vão desde mobilidade a resíduos sólidos, passando por orçamento, população em situação de rua e internet.


O projeto, de iniciativa da Enap, conta com a parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), da Frente Nacional dos Prefeitos, Comunistas, Instituto Alziras, Agenda Pública e Delivery Associates.

A seleção dos projetos ocorreu no final de 2020 e foi feita por meio de uma chamada pública. Os municípios irão receber apoio técnico e metodológico para construção de soluções inovadoras para desafios públicos relacionados aos ODS.


O projeto tem como base o compromisso com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e a vontade de tornar as cidades mais sustentáveis, inclusivas, diversas e empreendedoras, superando desafios complexos por meio de soluções inovadoras.


A Agenda 2030 é um plano de ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas, criados para erradicar a pobreza e promover vida digna a todos, garantindo qualidade de vida das próximas gerações.


A diretora de inovação da Escola está sempre procurando um propósito para conectar ideias, conhecimentos e tecnologias na busca de soluções para problemas que nos afetam diariamente. “São nas cidades em que as pessoas vivem que os problemas são percebidos. Fomos desafiados a transformar as políticas públicas onde acontece a interface do estado com o cidadão”.


Confira os projetos:

Ijuí (RS) - Prefeitura digital e cidade conectada

População: 84 mil habitantes Objetivo: Promover a transformação digital do município de forma inclusiva

Porto Alegre (RS) - Portal Orçamento Participativo e consultas públicas

População: 1,49 milhão de habitantes Objetivo: ampliar o engajamento da população com o orçamento participativo e aumentar sua efetividade no atendimento às demandas da comunidade.

Abaetetuba (PA) - Beja 400 anos

População: 157 mil habitantes. Objetivo: planejar o desenvolvimento sustentável em uma cidade da Amazônia.