Governo do Ceará apresenta potenciais competitivos no Intersolar Summit Brasil Nordeste

O Ceará vem trilhando uma jornada de investimentos favorável ao desenvolvimento de novos negócios voltados para a geração de energias renováveis ao longo dos últimos anos. No ranking nacional de Geração Distribuída, atualmente, os cearenses estão entre os dez estados com maior potência instalada do país, com 361,5 MW. Com o objetivo de compartilhar as oportunidades presentes no estado e viabilizar a atração de novos investimentos, o Governo do Ceará participa, nos dias 27 e 28 de abril, no Centro de Eventos, em Fortaleza (CE), do Intersolar Summit Brasil Nordeste, um dos maiores eventos do setor.

Reunidos em um mesmo estande, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet), a Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece) e o Complexo do Pecém (CIPP S.A), uma joint venture formada pelo Governo do Ceará e Porto de Roterdã, apresentam ao público o cenário local do setor e as políticas públicas de fomento a cadeia produtiva que vêm sendo desenvolvidas no Estado.

Cenário local

Atualmente, a Geração Centralizada no Ceará possui 21 parques fotovoltaicos em operação em nove municípios. De acordo com levantamento feito pela Sedet, cerca de 2 mil empregos diretos são gerados durante a implantação da infraestrutura dos parques. Ao todo, 74 projetos estão em andamento no estado e reúnem um investimento de cerca de R$ 15 bilhões.

Já a Geração Distribuída está presente nos 184 municípios cearenses e encontra-se em plena ascensão no Ceará nos últimos anos, registrando mais de 30 mil unidades geradoras, 30 mil unidades consumidoras e 361,5 MW em potência instalada. Nos últimos três anos, a modalidade dobrou a sua produção, passando de 172,06 MW para 361,5 MW.

Em um cenário global no qual a demanda por matrizes elétricas originadas de fontes renováveis só aumenta, o Governo do Ceará vem desenvolvendo iniciativas que visam colocar o Estado entre os principais atores globais na produção, exportação e distribuição do combustível do futuro. A principal delas é o hub de Hidrogênio Verde (H2V) do Complexo do Pecém, que tem como objetivo utilizar a infraestrutura local, incluindo as vantagens competitivas da Zona de Processamento e de Exportação (ZPE) do Ceará, para produzir esse combustível que é obtido a partir de fontes renováveis, como a energia solar fotovoltaica.

Infraestrutura estadual

O Complexo do Pecém é formado por três grandes frentes: Área Industrial, que possui algumas das principais unidades fabris do Nordeste brasileiro; Porto do Pecém, um terminal offshore de classe mundial, que em 2022 movimentou mais de 22 milhões de toneladas; e a ZPE Ceará, a primeira Zona de Processamento e Exportação a operar no País, que conta com a primeira siderúrgica integrada do Nordeste e uma nova área de mais de 1.900 hectares para receber novos investimentos.

No ano passado, o Porto do Pecém registrou um aumento de 26,7% na movimentação de contêineres carregados com componentes solares. Em 2020, por exemplo, foram 1.734 TEUs movimentados, número que subiu para 2.198 TEUs em 2021. Esses contêineres contam com cargas contendo inversores, módulos e placas solares.

Além da estrutura disponibilizada pelo Complexo do Pecém, o Ceará ainda possui localização estratégica e um potencial natural com sol e vento em abundância. Somam-se a isso algumas iniciativas públicas desenvolvidas nos últimos anos, como: o Programa de Incentivos da Cadeia Produtiva Geradora de Energias Renováveis (PIER); os HUBs (aéreo, portuário, tecnológico e de hidrogênio verde); a Zona de Processamento de Exportação do Ceará; a estabilização da situação fiscal; o incentivo ao aumento do nível de transparência; entre outros.

Intersolar

O Intersolar Summit Brasil Nordeste receberá mais de 300 congressistas e 25 palestrantes que irão debater sobre os cenários e perspectivas acerca do mercado de energia solar no Brasil e no Mundo. O congresso tem o objetivo de viabilizar informações aprofundadas sobre o setor, criar oportunidades de negócios, expandir o uso de tecnologias fotovoltaica nos âmbitos regional e nacional, e fortalecer o setor nacionalmente. O Intersolar Summit Brasil Nordeste será realizado paralelamente ao 11º Congresso RTI Provedores de Internet e ao 13º Congresso RTI Data Centers.

PAINÉIS – GOVERNO DO CEARÁ:

Dia 27

15h – Ceará, atração de investimentos em energias renováveis e hidrogênio verde Sérgio Araújo de Sousa (Coordenador de Atração de Empreendimentos Industriais Estruturantes da SEDET)

Dia 28

11h – Adece em geração híbrida e Hidrogênio Verde Expedito Parente Jr. (Diretor de Infraestutura da Adece)

11h30 – Novas oportunidades de negócios no Hub de Hidrogênio Verde do Ceará Constantino Frate (Consultor da Sedet)

A programação do evento na íntegra pode ser conferida clicando aqui.