Jardins e vegetação nos telhados tornam as cidades mais sustentáveis?


Um 'telhado verde' consiste numa camada de vegetação colocada na superfície do teto das casas e edifícios que pode moderar o efeito do calor entre outros problemas ambientais. E, quando instalados adequadamente, apresentam mais vantagens do que desvantagens.

Quando instalados adequadamente, os 'telhados verdes' apresentam mais vantagens do que desvantagens. Isto porque a vegetação reflete a maior parte da luz solar direta, em vez de absorvê-la e a humidade presente na vegetação e no substrato impedem o ganho de calor na estrutura, proporcionando assim uma economia de energia para o resfriamento, segundo explica o Archdaily. Mas vamos por partes. Em primeiro lugar, importa saber que um 'telhado verde' consiste numa camada de vegetação colocada na superfície do teto das casas e edifícios. A sua constituição começa com uma espessura de camada de terra destinada para ser plantada a respetiva vegetação. Sob o substrato, inclui-se uma manta geotêxtil, que deixará a água passar. Por fim, abaixo destes, junta-se mais uma camada drenante, onde a água permanecerá armazenada, e uma camada que impossibilita o crescimento de raízes para evitar infiltrações. A criação de 'telhado verdes' pode mitigar alguns problemas relevantes do ambiente, revela a plataforma. De acordo com a EPA (Environmental Protection Agency), o uso de 'telhados verdes' em cidades pode moderar o efeito do calor, especialmente durante o dia.

Saliente-se que as temperaturas dos 'telhados verdes' são entre 16.ºC e 22.°C mais baixas do que os telhados convencionais e podem reduzir a temperatura ambiente da cidade até 3.°C. Ou seja, tratam-se de dispositivos altamente eficientes para reduzir as ondas de calor urbanas.

Outra questão crucial é que o 'telhado verde' também ajuda a controlar o escoamento e a retenção de águas da chuva. Isto porque os telhados com jardins e vegetação atuam de forma a amortecer e a filtrar uma boa parte destas impurezas.

De acordo com dados de um estudo da Universidade Estadual da Pensilvânia, os 'telhados verdes' capturam até 80% da chuva, em comparação com os 24% típicos dos telhados padrão. À medida que as plantas dos 'telhados verdes' amadurecem e os sistemas de raízes crescem, a retenção de água da chuva pode até aumentar, faz notar o Archdaily.

Outros dois benefícios recaem na possibilidade de trazer mais espaços para agricultura urbana e, por conseguinte, um novo habitat para plantas e animais, ajudando assim a aumentar a biodiversidade.