top of page

Mais uma centena de botos mortos: a triste imagem da seca na Amazônia!


Mais de uma centena de botos mortos: as imagens que mostram o drama na seca da Amazônia 🚨⁠

Em meio à segunda maior seca na Amazônia em 13 anos, pesquisadores e ribeirinhos da região de Tefé, no interior do Amazonas, registraram a morte de pelo menos 110 botos de diferentes espécies ameaçadas de extinção.⁠

A contagem foi feita por pesquisadores do Instituto Mamirauá, vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Informações (MCTI). Eles avaliam que a seca intensa na região pode ter desencadeado as mortes dos animais.⁠

Diante à mortandade, organizações não-governamentais e agências do governo federal avaliam a realização de uma operação de ajuda para remover animais das áreas mais secas e tentar evitar novas mortes.⁠

De acordo com especialistas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Amazonas (Sema), "no caso dos botos, os eventos podem estar associados à estiagem, à escassez de alimentos com a morte de peixes ou, ainda, ao aumentos da temperatura de rios e lagos com a seca. Entretanto, há a necessidade de mais estudos para compreender melhor as causas".⁠

Míriam Marmontel, pesquisadora do Instituto Mamirauá, afirma que uma das principais suspeitas é a de que os animais possam ter morrido de hipertermia, que é quando há uma elevação intensa da temperatura corporal causada por causas internas ou externas.⁠

"A série histórica aponta que a temperatura máxima do lago era de 32ºC. Nós fizemos medições agora e encontramos temperaturas de 39ºC e 40ºC."⁠

Fonte: BBC Brasil


Kommentare


bottom of page