Multinacional brasileira Noxis Energy, investirá mais de R$ 1 bilhão no Complexo Industrial do Pécem

A multinacional Noxis Energy, controlada por capitais israelenses, assinou um pré-contrato com a Companhia de Desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIpp S/A) para a construção de uma refinaria de petróleo que terá, inicialmente, capacidade para produzir 100 mil barris diários.


Com investimentos de U$D 600 milhões, a Noxis Energy pretende também construir uma unidade de refino semelhante em Sergipe, onde a unidade vai ser responsável pelo refino do insumo para produzir combustível “marine fuel”, óleo destinado ao abastecimento de navios de grande porte, produzido pela destilação a vácuo, com posterior diluição.


Construção da refinaria de petróleo no Complexo Industrial e Portuário do Pecém vai gerar 3 mil vagas de emprego diretas e indiretas no Ceará


O secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Governo do Ceará, Maia Júnior, disse ao portal A Coluna que a Noris deve tratar de desenvolver os projetos de engenharia e de construção, para o que deverá celebrar contratos com as empreiteiras que escolher.


“Essa refinaria será muito importante para o Ceará e principalmente para o Complexo do Pecém”.


O projeto também é dimensionado, recheado de tecnologia. Diferente das refinarias da Petrobras, vai empregar “apenas” 150 pessoas. Na fase de construção, são estimados 3.000 empregos diretos e indiretos.


A nova empresa a administrar o ativo é a Noxis Pecém. Ela é 50% israelense e 50% da Noxis Energy. Os sócios internacionais possuem produção na Guiana.