top of page

Novembro Azul: SESI faz ações educativas e oferta serviços para saúde masculina.




Novembro é pintado de azul em todo o mundo para lembrar a importância da saúde integral masculina. Durante os 30 dias do penúltimo mês do ano, uma tecla é apertada para que os homens possam se prevenir ao tipo de câncer que mais atinge o sexo masculino: o câncer de próstata. De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é a causa da morte de três em cada 10 pessoas da população masculina que desenvolvem neoplasias malignas.


A fim de espalhar a compreensão do problema e garantir acesso aos trabalhadores da indústria, o SESI Ceará promove, durante todo o mês de novembro, ações educativas continuadas que tentam sensibilizar os trabalhadores sobre a necessidade de realizar exames que possam identificar previamente o câncer de próstata.


De acordo com a enfermeira do trabalho, Mirlene Katia Holanda Goes, que atua na área de Saúde e Segurança no Trabalho (SST) do SESI Parangaba, em Fortaleza, as atividades educativas vão muito além do mês de novembro e tentam fortalecer a importância do diagnóstico precoce da doença. Ela cita a divulgação dos serviços ofertados no Sistema S por meio das clínicas, ações oriundas da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat), bem como a realização de exames, como o PSA (Antígeno Prostático Específico), o ultrassom pélvico e o transretal – capazes de identificar possíveis nódulos ou alterações no local.


“As ações atualmente têm como objetivo fazer esse homem retornar aos serviços de saúde, pois, durante a pandemia, eles se afastaram bastante e é muito importante que eles voltem a se preocupar com a sua própria saúde”, diz a Mirlene Holanda. Ela cita que, durante as diversas palestras realizadas no âmbito do mês de conscientização, o público-alvo ainda parece bastante relutante.


Segundo a enfermeira do trabalho, muitos homens ainda dizem ter medo de procurar um especialista ou ter vergonha em função do tabu vinculado ao exame. “Mas é muito importante a sua realização”, pontua. “Apesar de o câncer de próstata ter desenvolvimento bem lento – crescendo cerca de 1cm a cada 15 anos –, quando o homem começa a apresentar sintomas, significa que ele já está em nível avançado, não estando mais na fase inicial. Por isso é importante o acompanhamento para o diagnóstico de forma precoce porque as chances de cura chegam a 90%”, explica.


Conforme o Ministério da Saúde, há alguns sintomas que podem ser observados na fase avançada da doença, como:


  • dor óssea;

  • dores ao urinar;

  • vontade de urinar com frequência;

  • presença de sangue na urina e/ou no sêmen.


Conforme Mirlene Holanda, o câncer de próstata é uma doença de terceira idade, ou seja, atinge, sobremaneira, pessoas com idades superiores a 50 anos. Em função disso, o Ministério da Saúde indica que homens façam os testes a partir dos 45 anos de idade independentemente da apresentação dos sintomas acima ou não.


Além disso, há fatores de risco para pessoas que tenham histórico familiar de câncer de próstata, especialmente no primeiro grau, como pai, irmão ou tio; sejam negros; ou tenham obesidade. Por isso, a indicação é que o colaborador vá a um urologista e converse sobre o exame de toque retal, ele permite a avaliação de alterações na glândula, como o endurecimento de nódulos suspeitos. Conforme o Ministério da Saúde, 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados apenas com esse exame.


A divulgação e o fortalecimento dessas ações é visto pela enfermeira Mirlene Holanda como responsáveis pelo alto grau de identificação dessas doenças nos últimos anos. “Tem um impacto muito grande, pois, quando a gente não fala no assunto, parece que ele não tem importância. Porém, quando a gente destaca, traz ele para o colaborador, dá uma importância para aquilo, é porque há impacto e demonstra a necessidade de garantir a qualidade de vida”.

O que é a próstata

Conforme o Ministério da Saúde, a próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.


Por onde começar a prevenção?


Você pode procurar as Clínicas SESI Ceará, para realizar consultas com profissionais de saúde ou exames preventivos a valores acessíveis. Veja os endereços e procure a unidade mais próxima.


FORTALEZA 📍 Centro - Av. Padre Ibiapina, 1449 | Telefone: (85) 3533-6011 📍 Parangaba - Av. João Pessoa, 6754 | Telefone: (85) 3421-6121


MARACANAÚ 📍 Distrito Industrial - Av. do Contorno, 1103 | Telefone: (85) 3312-9701


SOBRAL 📍 Campos Velhos - Av. Dr. Arimatéia Monte e Silva, 1003 | Telefone: (88) 3677-8200


JUAZEIRO DO NORTE 📍 Pirajá - Rua José Marrocos, 2265 | Telefone: (88) 2101-8400


Fonte:g1.globo

留言


bottom of page