Porto do Pecém busca parceiros para uso do terminal de GNL da Petrobras



A saída de um navio regaseificador deixou um vácuo sobre o uso da estrutura

A operação do Pier 2 do Terminal Portuário do Pecém, voltado para o Gás Natural Liquefeito (GNL), atualmente está funcionando para a movimentação de granéis líquidos.

A estrutura é de uso exclusividade desde 2009 pela Petrobras. No entanto, a saída de um navio regaseificador deixou um vácuo sobre o uso do terminal.

Em nota, a Cipp S/A, administradora do Porto, declarou que recebeu uma carta da própria Petrobras. O documento tratava da saída da embarcação Golar Winter no dia 6 de março deste ano com retorno previsto para o dia 17 de março.

“O navio citado não retornou na data informada e a Petrobras, até a presente data, não se manifestou acerca do retorno das operações de GNL no Porto do Pecém, declarou a Cipp.

“O Complexo do Pecém informa, por fim, que já está em negociação com outros interessados para buscar uma melhor eficiência da operação de GNL no terminal portuário do Pecém, após o fim do contrato com a Petrobras em junho de 2023”, finaliza.