top of page

Protetores solares atuais não são suficientes para uma proteção efetiva


Os protetores solares atualmente disponíveis no mercado, embora indispensáveis para proteger a pele da exposição, não são suficientes para barrar todas as faixas de luz que provocam danos. É o que aponta um novo estudo conduzido por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Processos Redox em Biomedicina (Redoxoma) da Universidade de São Paulo (USP), publicado na revista científica Journal of Photochemistry & Photobiology, B: Biology.


Vale à pena aprofundar!


Fonte: O Globo

댓글


bottom of page