Exemplo para as nossas cidades: Especialistas discutem o desenvolvimento de Cajamar - SP


Cajamar é um município brasileiro do estado de São Paulo. Situa-se na Região Metropolitana de São Paulo, microrregião de Osasco, distante 29 quilômetros da capital estadual. Pertence a Zona Norte da Região Metropolitana de São Paulo em conformidade com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI). A população estimada em 2017 é de 73 921 habitantes e a área é de 131,386 km², o que resulta numa densidade demográfica de 1.143,01 hab/km².

Cajamar realizou. no final do mês de junho, o 1°Workshop Riscos Ambientais, Gestão de Uso e Ocupação Territorial, Prevenção de Impactos e Mediação de Conflitos, na Câmara Municipal. O evento organizado pela Coordenadoria de Defesa Civil foi uma oportunidade para ampliar o conhecimento e discutir sobre diversos temas relacionados à prevenção e mediação de conflitos gerados pelo desenvolvimento das cidades.

A prefeita Dalete Oliveira abriu o evento, agradecendo a iniciativa da Defesa Civil em convidar especialistas para tratar de temas relevantes no fortalecimento de ações preventivas para uma gestão mais segura da cidade.

Em seguida, o coordenador da Defesa Civil, Geremias Santos, agradeceu a presença de todos, bem como a oportunidade de colaborar para a discussão, análise e tomada de decisão dos participantes.

Com a palestra “Tecnologia ajudando a criar cidades sustentáveis e includentes” o pesquisador do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo), Agostinho Tadashi Ogura, explanou sobre os trabalhos em que as pesquisas e propostas de solução do IPT, influenciaram na promoção de qualidade de vida das pessoas. O especialista apresentou dados sobre a importância de interação dos investidores com o compromisso no desenvolvimento das comunidades do seu entorno, o dinamismo exigido para solucionar conflitos de diferentes interesses de maneira equilibrada e coerente, a preservação dos recursos naturais e sobre cidades resilientes, que trabalham a capacidade de se recuperar e conviver com as adversidades.

O secretário do Meio Ambiente de Francisco Morato, Reginaldo Pereira de Lima, divulgou as medidas tomadas e a experiência obtida após participar de maneira efetiva da implantação do Plano Diretor no município de Caieiras, expondo as dificuldades de mobilidade e de desenvolvimento de um município que tem 48% do seu território de área particular, as soluções encontradas para legalizar áreas de ocupação informal e ainda a decisão de encontrar a melhor escolha entre o que é permitido e o que é ideal em cada área.

Sergio Murilo Santana, coordenador de fiscalização ambiental, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, encerrou o encontro com uma palestra sobre incêndios florestais, suas principais causas e todas as ações de monitoramento e controle realizadas pela Operação Corta-Fogo para prevenir focos de incêndio no Estado de São Paulo.

Estiveram na ocasião, diretores e servidores municipais, autoridades do Governo do Estado e municípios da região, representantes de associações de moradores de Cajamar, agentes da Defesa Civil de Caieiras, Franco da Rocha, Mairiporã e Santana de Parnaíba, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal de Cajamar, AutoBan, Cimbaju (Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Bacia Juqueri) e do Conselho de Meio Ambiente de Jundiaí.